HISTÓRICO


Contato Histórico Legislação Projetos Organograma Fotos Notícias Serviços Disponíves


A história do Centro de Psicologia Jurídica e Atendimento Multiprofissional da Polícia Civil do Paraná (CPJAM) iniciou-se em 1994, quando da criação do então Curso de Integração Social do Policial Civil (CISP), o qual foi idealizado pela inegável necessidade de amparo psicológico e social ao Policial Civil, visto a carga estressante que este profissional enfrenta diariamente em sua rotina de trabalho.

Posteriormente, pela Resolução 022 de 31 de janeiro do ano de 2000, a Secretaria de Estado da Segurança Pública instituiu a criação do Centro de Atendimento Psicossocial da Polícia Civil (CAP), instalado nas dependências da Escola da Polícia Civil (EPC).

Em janeiro de 2015, sob o olhar de uma nova coordenação, da Psicóloga Rogéria Sinimbu Aguiar - CRP 08/05128, nasceu a proposta de revisão da Resolução nº. 022/2000-SESP, que dispunha sobre a criação do CAP, para que houvesse uma atualização das atribuições deste Centro e, também, no intuito de regulamentar o atendimento multiprofissional já realizado pelo mesmo. Ou seja, oficializar o Centro como de acordo à sua proposta e rotina diária de trabalho, de atendimento não somente Psicológico e de Serviço Social, mas também, Médico, Psiquiátrico e Odontológico.

Entendeu-se assim pela necessidade de alteração do nome do Centro de Atendimento Psicossocial (CAP) para Centro de Psicologia Jurídica e Atendimento Multiprofissional (CPJAM), conforme Ofício 452 de 17 de abril de 2015 do Secretário de Segurança para a Secretaria de Administração, em que se apontou concordância referente à nova nomenclatura proposta, destacando-se ainda a importância de um nome mais elucidativo a constar na nova redação do Estatuto da Polícia Civil. Para tanto, em 06 de novembro de 2015, oficializou-se a nova nomenclatura através da publicação da Resolução n.º 341/2015 publicada no D.O.E Edição n.º 9570, pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária. Ressalta-se assim que a referida mudança foi idealizada e promovida seguindo as normativas da legislação dos Conselhos de Classe de Equipe Multiprofissional, bem como, em consonância com as prerrogativas da Psicologia Jurídica que, trata-se de uma vertente de estudo da Psicologia e consiste na aplicação dos conhecimentos psicológicos aos assuntos relacionados ao Direito.

CIN
Recomendar esta página via e-mail: