Policia Civil

14/06/2017

Operação Guarani é deflagrada com cinco prisões

Cinco pessoas de idades entre 18 a 26 anos, foram presas no inicio da manhã desta quarta-feira (14), pela Polícia Civil de Coronel Vivida, durante uma operação policial denominada “Guarani”. O objetivo da ação foi cumprir dez mandados de busca e apreensão e prisão, contra pessoas suspeitas de tentativas de homicídios ocorridos na região. As diligências aconteceram de forma simultânea e resultaram na prisão de cinco pessoas, sendo presos três homens de 22 anos, um de 26 e outro jovem de 18.

A ação aconteceu de forma simultânea, nas cidades de Coronel Vivida, Curitiba e São João. Ao todo, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão domiciliar e cinco de prisão preventiva, todos expedidos pelo Juízado Criminal de Coronel Vivida.

As tentativas de homicídios aconteceram entre os meses de janeiro a maio deste ano, sendo parte dos crimes ocorridos na Rua Guarani, local onde alguns suspeitos das tentativas de homicídio e algumas vítimas também residem, motivo pelo qual foi dado o nome a operação.

De acordo com o delegado-titular da Delegacia de Coronel Vivida, Rômulo Contin Ventrella, os mandados foram cumpridos após uma série de investigações realizadas pela unidade policial. “É atribuição da Polícia Civil investigar infrações penais e cumprir mandados de busca e de prisão expedidos pelo Poder Judiciário, sendo essencial o trabalho investigativo, em especial nos casos de maior complexidade como os que resultaram nas prisões de hoje”, ressaltou Ventrella.

A operação policial também contou com o apoio do 8º Distrito Policial (DP) da capital, além da Denarc e todas as delegacia subordinadas a 5ª Subdivisão Policial (SDP) de Pato Branco. Todos foram presos pelo crime de tentativa de homicídio e aguardam detidos à disposição do Poder Judiciário.







Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.