V - Polícia Civil

12/02/2010

DH. e Foz esclarece latrocinio em menos de 24 horas

Em menos de 24 horas, a Delegacia de Homicídios de Foz do Iguaçu conseguiu prender os cinco acusados de roubar e matar o motorista Antônio Dias Moreira Filho, 53 anos, na tarde de terça feira
Após receber a notícia da morte de uma pessoa, policiais desta especializada se deslocaram ao local, sendo que dos levantamentos preliminares foram constatadas evidências que possibilitaram identificar possíveis autores, o que foi comprovado durante as investigações.
Segundo o policial Afonso Ninja, superintendente da DH de Foz, foi apreendido no local um aparelho celular próximo ao corpo da vítima, sendo o ponto de partida para desvendar o crime.
Através das investigações, a polícia conseguiu identificar FERNANDA RAFAELA DE BORBA PADILHA, 19 ANOS, e uma ADOLESCENTE de 16 anos.
Com a prisão de FERNANDA e a apreensão da menor, foi possível identificar os outros suspeitos, sendo SIDNEI MOREIRA, 24 anos, REGINALDO PEREIRA, 21 anos, ADEMIR ALVES DOS SANTOS, 25 anos.
Além dos suspeitos, conseguimos apreender a arma utilizada no crime, um revólver calibre .38 e algumas munições, relatou Afonso Ninja.
De acordo com as investigações, a quadrilha simulou a contratação de um frete para atrair o motorista e roubar o caminhão e vender no Paraguai, caso em que as garotas serviram de isca para não levantar suspeita.
Fernanda, a adolescente e Sidnei Moreira, embarcaram no caminhão próximo à rodovia BR 277, acompanhados por um veículo de cor escura a distância, sendo que em determinado momento, deram voz de assalto ao motorista que reagiu à abordagem dos meliantes.
Armado com o revólver, Sidnei efetuou o primeiro disparo na vítima quando o caminhão ainda estava em movimento, o qual perdeu o controle da direção e bateu em um muro. A vítima foi alvejada pela segunda vez por Sidnei que fugiu na companhia das duas garotas.
Reginaldo Pereira confessou a autoria dos disparos que mataram o trabalhador, os demais, admitiram participação indireta no roubo. Todos os acusados foram autuados por latrocínio e formação de quadrilha, sendo que os maiores deverão aguardar o julgamento na Cadeia Pública Laudemir Neves (CPLN) e a menor ficará no Cense (Centro de Socioeducação de Foz do Iguaçu a disposição da Vara da Infância e Juventude.

Prisões e Apreenções

FERNANDA RAFAELA DE BORBA PADILHA


CAMINHÃO DA VÍTIMA QUE SERIA LEVADO AO PARAGUAI


ADEMIR ALVES DOS SANTOS, vulgo “Neno


REGINALDO PEREIRA DOS REIS


SIDNEI MOREIRA 


Fonte:
Delegacia de Homicíidios de Foz do Iguaçu
Edição:Picussa


© 2010 - Coordenação de Informática / DPC
Prisões e Apreenções:








Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.