Policia Civil

14/07/2017

Droga avaliada em R$ 300 mil é apreendida em Londrina

Duzentos quilos de maconha, avaliadas em R$ 300 mil, foram apreendidos pela Divisão Estadual de Narcóticos, entre a noite de quarta-feira (12) e a manhã de quinta-feira (13). As apreensões foram realizadas nos bairros Vivi Xavier e Gleba Palhano e em uma mata próxima a estrada da Cegonha, região rural de Londrina. Durante a operação, três pessoas foram presas – sendo dois homens e uma mulher.


As investigações começaram há duas semanas, depois que a equipe de Denarc recebeu uma denúncia anônima informando que havia tráfico de drogas em uma residência, no bairro Vivi Xavier. Após as diligências confirmarem que estava ocorrendo atividades suspeitas no local, os policiais seguiram até a residência.


Na noite de quarta-feira (12), os investigadores foram até o local e encontraram um carro com 50 quilos de maconha e ao revistarem a casa apreenderam mais quatro quilos. O motorista do veículo, uma rapaz de 22 anos foi preso, e os donos da residência, o pai, um homem de 47 anos e sua filha de 19 anos também foram levados para a delegacia.


As diligências seguiram até a um apartamento do motorista, no bairro Gelba Palhano, onde encontraram mais algumas porções de cocaína e maconha. Durante a madrugada, os policiais foram até uma região rural da cidade e fizeram buscas para localizar mais drogas e encontraram oito barris que estavam enterrados, cheios de maconha.


Os entorpecentes encontrados nos barris eram do rapaz de 22 anos, pois as drogas encontradas no carro e na casa possuíam o mesmo simbolo na embalagem para diferenciar e informar a qualidade da droga”, informou o delegado responsável pelo caso, Lanevilton Theodoro Moreira.


Na delegacia, todos negaram os crimes, a menina de 19 anos informou que a droga era do motorista. O rapaz de 22 anos disse que receberia a quantia de R$ 4 mil para entregar a droga na residência. O homem de 47 anos afirmou que não sabia de droga nenhuma. Todos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.