Polícia Civil - Destaques

09/10/2018

Bandidos atrapalhados são presos em flagrante pela Polícia Civil

Dois primos, Eder Lucas Machado dos Santos e Everton Junior Farias Kubichen, 20 e 21, respectivamente, foram presos em flagrante por policiais civis da Delegacia de São José dos Pinhais, após roubarem uma caminhonete, modelo Amarok, na cor cinza. A prisão aconteceu após um deles ligar para o celular que havia deixado cair na cena do crime.

De acordo com a polícia, a ação dos bandidos atrapalhados aconteceu na tarde de segunda-feira (08/10), no Centro de São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, assim que a vítima deixava um dos filhos na escola. Um dos suspeitos de posse de uma arma de fogo exigiu que a vitima e seu outro filho deixassem o veículo, foi quando a criança percebeu que ao deixar o local o bandido deixou cair seu celular.

“De posse do aparelho telefônico, a vítima registrou um boletim de ocorrência e o entregou na delegacia. Não demorou muito tempo para o celular tocar. Assim que os policiais atenderam, o homem do outro lado da linha falou que o celular era dele, a equipe marcou um encontro para fazer a devolução, porém, o suspeito não imagina que seria a polícia que iria até o local combinado”, falou o delegado-adjunto, da Delegacia de São José dos Pinhais e responsável pelo caso, Michel Teixeira.

Durante a prisão, o suspeito reagiu e precisou ser contido. Na delegacia ele alegou que não fazia parte do esquema e entregou seu comparsa. Após diligências policiais, o outro envolvido também foi encontrado e, ao desembarcar da viatura na delegacia, ele se jogou no asfalto - precisando de apoio policial para conter o rapaz. Para a polícia, o segundo homem preso foi quem buscou o veículo no local combinado pelo Santos, após o crime.

Após serem ouvidos na delegacia, a equipe saiu em diligência até localizar o veículo no bairro São Domingos, estacionada na rua Paraná. A vítima foi até a delegacia e já teve seu bem devolvido. A dupla foi autuada pelo crime de roubo e permanece presa à disposição da Justiça. Ambos possuem passagem policial.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.