Policia Civil

14/05/2019

PCPR inaugura base de operações com cães em Pato Branco

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) inaugurou, na semana passada, uma base de operações com cães, em Pato Branco.  A estrutura tem quatro cães e está preparada para atender as demandas da região Oeste e Sudoeste do Estado.  Já na semana de inauguração, um dos cachorros, o labrador Faro, auxiliou na localização de droga durante cumprimento de mandado de busca e apreensão em Ampére.

A localização das duas porções de maconha e uma balança de precisão em um bar, na sexta-feira (10), por Faro foi peça fundamental para a prisão em flagrante da PCPR contra o suspeito. Faro é formado em detecção de entorpecente e já tem experiência em casos semelhantes em outras cidades, como Pato Branco, Palmas e Cascavel.
 
A matilha da base em Pato Branco ainda é composta pelo labrador Narco, a pastora-alemã Hera e o bloodhound Rastro.  Narco está em formação para detecção de entorpecentes e armas, Hera está formada em busca e captura de fugitivos e sendo treinada para localizar drogas e armas, já Rastro iniciará treinamento para buscar pessoas desaparecidas.

Além dos trabalhos policiais, a base de operações com cães em Pato Branco ainda estará disponível para atendimento social na região, como oferta de palestras em escolas e instituições filantrópicas. Os interessados poderão entrar em contato com a unidade, pelo telefone 46 3220-0203, para solicitar o serviço e serão atendidos conforme disponibilidade de agenda.

O frei capuchinho, Alex Sandro Ciarnoski, esteve presente na inauguração do NOC em Pato Branco e abençoou os animais e estrutura física.

A estrutura de operações com cães da PCPR iniciou em 2012 com bases em Curitiba e Cascavel. Hoje, a Capital conta com seis cães e Cascavel com quatro.  Dos 14 cachorros na PCPR, três são filhotes.  A cadela mais velha tem 8,5 anos de idade.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.