Policia Civil

08/11/2019

Unidades da PCPR têm nova sede em Londrina

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) entregou o novo prédio onde funcionarão o Núcleo da Divisão de Crimes Contra a Corrupção e a Delegacia da Mulher de Londrina. A estrutura foi inaugurada oficialmente nesta sexta-feira (08).

“O combate à violência contra mulher é um dos pontos-chave desse Governo. Divulgamos recentemente o aumento no número de denúncias do crime em todo o Estado e isso mostra que as mulheres estão confiando mais na polícia e denunciando os suspeitos”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares.

A nova sede, localizada na Rua Almirante Barroso, 107, no bairro Nova, conta com espaço especializado, mais reservado e acolhedor para o atendimento da mulher vítima de violência. “Todo o atendimento fornecido na unidade foi pensado de forma para que a mulher, que acabou de passar por uma angústia, se sinta confortável para realizar a denúncia e não passe por nenhum constrangimento”, completou o secretário.

RECONHECIMENTO - “Esta nova estrutura é uma forma de reconhecer o trabalho realizado pelos nossos policiais. Eles terão condições para atuar com maior dignidade e respeito. Essa é uma forma de reconhecimento pela dedicação e profissionalismo de cada um”, disse o delegado-geral da PCPR, Silvio Jacob Rockembach.

Ele acrescentou que houve também a preocupação em escolher um lugar que possibilitasse oferecer um melhor atendimento à população e, ao mesmo tempo, gerasse economia aos cofres públicos, com redução no valor gasto com o aluguel.

O novo prédio vai dar mais celeridade aos processos de investigação pela PCPR, por estar mais próximo a órgãos que também têm políticas de enfrentamento à violência contra a mulher, como o Fórum, o Ministério Público e a Secretaria da Mulher.

NÚCLEO – A Divisão de Crimes Contra a Corrupção é a unidade responsável pela repressão aos crimes contra a administração pública, assim como crimes econômicos. Atualmente ela conta com uma sede em Curitiba e quatro núcleos no Interior: Foz do Iguaçu, Maringá, Cascavel e Londrina.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.