V - Polícia Civil

09/07/2009

Jovens acusados de sequestro em Itapema/SC são presos em Cascavel


Policiais Civis da Delegacia de Itapema/SC, e Delegacia Anti-Sequestro do DEIC (Departamento de Investigações de Criminais) de Florianópolis/SC, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal de Cascavel, realizaram na manhã de hoje, por volta das 05:00 horas, no Posto da Polícia Rodoviária Federal, situado na BR 277 Km 580, no município de Cascavel, a abordagem e posterior prisão, da pessoa de Estevan de Aguiar Mariotto, 27 anos, o qual dirigia sua caminhonete Pajero TR4 placas AJA-9191, na qual foi encontrado no seu interior quinhentos mil reais em dinheiro, e setenta e cinco mil dólares, duas pistolas, sendo uma marca Taurus e outra marca Glock, armas com silenciadores, dois carregadores, cinqüenta munições, algemas, GPS, drogas (maconha e haxixe), dois notebooks, celulares, luvas e fitas usadas para amarrar a vítima. Esclarecendo que todo o dinheiro apreendido (reais e dólares) são oriundos do pagamento total do resgate do seqüestro da vítima Alcindo Pasqualoto Neto, 22 anos, fato este ocorrido na cidade de Itapema/SC, no dia 06 de julho de 2009, as 19:00horas na rua 228 apto 201. O dinheiro do resgate fora deixado as margens da BR 101 na cidade de Navegantes, e posteriormente a referida vítima fora libertada na cidade de Barra Velha/SC, no dia 07/07/2009 por volta das 22:00 horas. Após a prisao de Estevan, este fora encaminhado a Décima Quinta Subdivisão Policial de Cascavel, dando sequencia as investigações e resultando na prisão dos demais envolvidos. Tendo Estevan indicado os outros partícipes, sendo então efetuada a prisão de Pedro Taís Ohweler Cardoso, 31 anos, na cidade de Itapema/SC e Rodrigo Negreiros, 27 anos, na cidade de Balneário Camboriú/SC. Estevan de Aguiar Mariotto, foi autuado em flagrante delito pelo Delegado Adjunto da Subdivisão de Cascavel, Dr. José Carlos Guglielmetti, pelos crimes de Extorsão mediante seqüestro, Formação de Quadrilha, Porte Ilegal de Arma de Fogo e Posse de Substância Entorpecente, sendo recolhido ao Setor de Carceragem Temporária desta Subdivisão, ficando a disposição do Poder Judiciário.

Fonte:
Delegacia de Cascavel
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.