V - Polícia Civil

18/10/2013

DEDC prende um dos maiores estelionatários de Curitiba

Durante toda a última quinta-feira (17) e madrugada desta sexta-feira (18), policiais civis da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC), sob o comando do Delegado Matheus Laiola, realizaram uma Força-Tarefa, prendendo em flagrante estelionatários e receptadores na capital.

Na operação foi preso Paulo Roberto Siewert, 55 anos, um dos maiores estelionatários de Curitiba. Ele foi preso em flagrante fazendo compras em uma ótica, na Avenida República Argentina. O RG utilizado por ele era falso. “Foi dada voz de prisão a ele e na sua residência foram encontrados mais outros sete RGs falsos, cheques e cartões bancários falsos, carimbos do estelionatário onde ele se passava por médico, crachá da UFPR. onde o autuado se dizia aluno de doutorado e diversos outros documentos falsos”, contou Laiola, lembrando que contra o estelionatário havia um mandado de prisão expedido pelo Poder Judiciário de Campos Novos-SC.

Dupla
Em situação distinta, outra equipe de investigadores da DEDC prendeu em flagrante uma dupla de estelionatários que agia nas Agências do Banco Itaú. Wellington Sanches Moreira, 24 anos, Já com passagens policiais por furto, e Rud Alison Laurentino da Silva, 20 anos, trocavam os cartões bancários dos clientes, os utilizando posteriormente. “Eles foram autuados em flagrante e apenas na data de ontem foram ouvidas rês vítimas que os reconheceram como sendo as pessoas que as enganaram”, disse o delegado, lembrando que a dupla é oriunda de São Paulo.

Origem ilícita

Por fim, outra equipe da DEDC recebeu uma denúncia anônima informando que num estabelecimento comercial localizado no Boqueirão, estariam vendendo produtos sem origem lícita. “Nos deslocamos até a localidade e a suspeita se confirmou”, disse o delegado. “Eram centenas de produtos sem qualquer origem, havendo ainda produtos impróprios para consumo”, concluiu.

O proprietário do estabelecimento, Calesquisandro Furtado, 36 anos, foi autuado em flagrante pela prática de crimes contra a relação de consumo. “Durante a ação dos policiais da DEDC, a irmã do proprietário do estabelecimento ligou para a Polícia Militar dizendo que estavam sendo assaltados. A PM se deslocou para o local e verificou que eram policiais civis prendendo em flagrante o proprietário do local. Em razão disso, a mulher que ligou para a PM foi autuada em flagrante pela prática de comunicação falsa de crime. “Saturamos algumas situações em curso e conseguimos êxito em retirar estas pessoas de circulação. Nós trabalhamos com informação e esta informação vem da população. Peço que continuem denunciando, ligando para a DEDC, por meio do telefone (41) 3365-3748, que podem ter certeza que iremos verificar as denúncias e, se possível, prender os criminosos”, afirmou Laiola.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.