Como registrar ocorrência de um Cibercrime pela página da PCPR

COMO REGISTRAR OCORRÊNCIA DE UM CIBERCRIME PELA PÁGINA DA PCPR

VOCÊ DEVE SER RESIDENTE NO ESTADO DO PARANÁ PARA REGISTRAR OCORRÊNCIA JUNTO A POLÍCIA CIVIL DO PARANÁ, NÃO IMPORTA SE OS SUPOSTOS AUTORES SEJAM DESTE ESTADO, A RESPONSABILIDADE DO REGISTRO DE OCORRÊNCIA, COLETA DE EVIDÊNCIAS E EVENTUAL INVESTIGAÇÃO É DA POLÍCIA CIVIL DO LOCAL DE RESIDÊNCIA DA VÍTIMA. CASO NÃO EXISTA UMA DELEGACIA ESPECIALIZADA EM CRIMES CIBERNÉTICOS, PODE REGISTRAR OCORRÊCIA EM UMA DELEGACIA REGULAR

 

Você pode registrar ocorrência dos principais tipos de cibercrimes diretamente pela página da Polícia Civil pelo crime de ESTELIONATO, o que inclui:

-golpes financeiros;

-golpes pela internet;

-invasão de perfis de redes sociais;

-utilização de seus dados pessoais em redes sociais ou outros sites;

-sites falsos de leilão ou vendas;

-sites falsos utilizando dados de sua empresa;

-boletos falsos;

-perfis de whatsapp/instagram/facebook invadidos/falsos solicitando valores ou fazendo vendas falsas;

-e-mails solicitando valores para não divulgar supostas informações  da pessoa

seguindo EXATAMENTE as orientações abaixo:

 

- Utilize preferencialmente o navegador Mozilla Firefox em um computador. Celulares e outros navegadores podem apresentar problemas no momento do registro;

 

- Antes de acessar a página para registrar ocorrência, faça em um arquivo de texto toda a descrição da ocorrência informando todos os detalhes, principalmente informações sobre pagamentos, transferências, links de perfis e outros, e salve em seu computador.

 

- Acesse a página 

   https://www1.delegaciaeletronica.pr.gov.br/delegaciaeletronica/formulario.do?action=iniciarProcesso&acao=9

   OU

   acesse www.pc.pr.gov.br/BO e selecione a opção ESTELIONATO;

 

- Preencha o boletim de ocorrência EXATAMENTE conforme as orientações abaixo:

1 - NOTICIANTE: seus dados. Tenha cuidado com os campos obrigatórios. Caso não tenha um telefone fixo, informe o mesmo telefone celular nesse campo. São estas informações que serão utilizadas para futuros contatos. Caso a vítima seja uma empresa, informe os dados da empresa da descrição da ocorrência;

2 - AUTOR: se for usuário da internet desconhecido, selecione a opção NÃO VI O AUTOR e coloque as informações que tiver na descrição da ocorrência. Caso tenha informações do autor e queira inserir neste campo (nome, número de documento, telefone, outras informações obtidas de transações via PIX ou outro meio), veja as instruções na página seguinte em COMO INFORMAR OS DADOS DO AUTOR;

 
COMO INFORMAR OS DADOS DO AUTOR NO BOLETIM DE OCORRÊNCIA

No campo AUTOR do boletim de ocorrência, insira o máximo de informações sobre o autor que tiver, porém algumas são obrigatórias.

SE ESTIVER EM DÚVIDA SE DEVE OU NÃO INFORMAR O AUTOR NESSE CAMPO, NÃO SE PREOCUPE. SELECIONE A OPÇÃO NÃO VI O AUTOR E INSIRA AS INFORMAÇÕES NA DESCRIÇÃO DA OCORRÊNCIA.

Caso não saiba essas informações obrigatórias, segue a orientação de como preencher:

- Nome do autor: obrigatório
- Sexo do autor: obrigatório
- Idade estimada: se não souber, coloque o valor 0 (zero)
- Tem parentesco com a vítima: se não souber, selecione NAO
- Cor dos cabelos: se não souber, selecione NAO INFORMADO
- Tipo dos cabelos: se não souber, selecione NAO INFORMADO
- Cor da cútis: se não souber, selecione NAO INFORMADA
- Cor dos olhos: se não souber, selecione NAO INFORMADA
- Barba: se não souber, selecione NAO
- Bigode: se não souber, selecione NAO
- Dentadura: se não souber, selecione NAO
- Deficiência Física: se não souber, selecione NAO INFORMADO
- Altura: se não souber, selecione a última opção - NAO INFORMADA
- Peso: se não souber, informe 0 (zero)

Selecione INSERIR AUTOR e depois o botão CONTINUAR

O restante das opções não são obrigatórias, porém quanto mais informações tiver, melhor. Caso queira colocar qualquer outra informação sobre o autor que não esteja nesta lista, coloque na descrição da ocorrência, que é o último campo a ser preenchido.

3 - OBJETOS: NÃO INSERIR NENHUM OBJETO, (só preencha se enviou um aparelho celular para o golpista) clique em CONTINUAR;

4 - OCORRÊNCIA:

O ENDEREÇO DA OCORRÊNCIA é seu endereço residencial, mesmo o golpista sendo de outro estado;

DESCRIÇÃO DA OCORRÊNCIA insira todas as informações sobre: transferências; pagamentos de boletos; pix; números e informações das contas que Receberam os valores; perfis de whatsapp, links dos perfis de Instagram, Facebook e outras redes sociais dos envolvidos; links de sites golpistas.

 

- POSSO ANEXAR DOCUMENTOS À OCORRÊNCIA NESSE MOMENTO?

   - NÃO. AGUARDE ANÁLISE DA OCORRÊNCIA PELA DELEGACIA E, INSTAURADO INQUÉRITO, SERÁ NOTIFICADO A COMPARECER PARA ANEXAR OS ARQUIVOS - QUE DEVEM SER APRESENTADOS EM UM PENDRIVE POIS A POLÍCIA NÃO ACESSA APARELHOS CELULARES - E SER OUVIDO EM DECLARAÇÃO COM NOVAS INFORMAÇÕES

Após salvar, sua ocorrência será enviada para análise na delegacia eletrônica. Se tudo estiver correto, receberá em cerca de 30 minutos um e-mail com as orientações para imprimir o boletim de ocorrência. No cabeçalho do boletim de ocorrência estará a delegacia para a qual a ocorrência foi encaminhada.

 

- COMO IMPRIMIR SEU BOLETIM DE OCORRÊNCIA REGISTRADO NA PÁGINA DA POLÍCIA CIVIL?

    Acesse o link abaixo e entre com as informações que recebeu em seu email (ano da ocorrência, número da ocorrência e número do protocolo)

    https://www1.delegaciaeletronica.pr.gov.br/delegaciaeletronica/imprimir.do?action=iniciarProcesso

   Caso tenha outros problemas no site para registrar ocorrência, entre em contato com a delegacia eletrônica em www.pc.pr.gov.br/Formulario/Fale-com-Delegacia-Eletronica.

 

- ESTE BOLETIM DE OCORRÊNCIA TEM VALIDADE LEGAL ?

   SIM, ESSE BOLETIM DE OCORRÊNCIA É EXATAMENTE O MESMO QUE É FEITO PRESENCIALMENTE EM QUALQUER DELEGACIA DA POLÍCIA CIVIL DO PARANÁ.