PCPR prende suspeito de homicídios em série em Ponta Grossa
04/06/2020 - 12:18

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu dois homens, de 23 e 24 anos, suspeitos de quatro homicídios consumados e um tentado, ocorridos no ano de 2019, em Ponta Grossa, região dos Campos Gerais. As prisões ocorreram em cumprimento de mandados de prisão preventiva na quarta-feira (3), naquele município e em Maringá, no Norte do Estado.   

O jovem de 23 anos foi preso no bairro Chapada, em Ponta Grossa. Durante buscas em outra residência do suspeito, no bairro Neves, no mesmo município, foram localizados seis quilos de crack, duas balanças de precisão, uma munição de fuzil .556, um carregador de pistola e R$ 15 mil em dinheiro, além de anotações relacionados ao tráfico de drogas. Em razão disso, o indivíduo também foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.   

Já o suspeito de 24 anos foi preso em Maringá, em uma oficina do município.

De acordo com as investigações da PCPR, há um terceiro indivíduo envolvido nos crimes. Este ainda não foi localizado. No entanto, a PCPR continua realizando diligências e destaca a importância da colaboração da população com informações anônimas.   

SERIE DE CRIMES – Conforme apurado, os crimes ocorreram entre abril e dezembro de 2019. Todos foram praticados com extrema crueldade e violência, sendo três das vítimas encontradas amarradas, na região de Guaragi e Cara-Cara, em Ponta Grossa. Além disso, duas delas tiveram o corpo parcialmente carbonizado.  

A primeira vítima tinha 20 anos e foi localizada no dia 30 de abril de 2019, com cordas no pescoço, apresentando inúmeros ferimentos, inclusive, de faca. A outra vítima tinha 24 anos e foi localizada no dia 4 de junho daquele ano, amarrada com as mãos e pés para trás e com o corpo parcialmente queimado. A terceira vítima tinha 22 anos e foi encontrada 11 dias após o segundo crime, também amarrada, com múltiplas lesões de arma branca, tendo o corpo sido parcialmente queimado.  

A quarta vítima tinha 39 anos. Esta foi morta na varanda de sua casa, situada no bairro Contorno, em Ponta Grossa. O crime ocorreu no dia 23 de dezembro de 2019. Na ocasião, a vítima e um amigo estariam conversando no local, quando os suspeitos efetuaram diversos disparos de arma de fogo na direção deles.    

O amigo da vítima foi atingido, mas o disparo pegou em seu aparelho celular, que estava no bolso da jaqueta, tendo assim, conseguido fugir. Já o homem de 39 anos foi alcançado por um dos suspeitos, que entrou na residência, realizando novos disparos.  

No decorrer das investigações foi apurado que os crimes tem como motivação o desentendimento das vítimas com os autores. Exceto um dos crimes, que a motivação foi vingança, após uma das vítimas cometer furto na residência de um dos suspeitos. 

GALERIA DE IMAGENS